Redes socias

PCMSO – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional

PCMSO – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional

O PCMSO, sigla de Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional, é um trabalho preventivo regido pela Norma Regulamentadora (NR) 7, criado pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Assim como o PPRA, o PCMSO tem foco nas condições de trabalho a que o empregado é submetido, e por isso sua aplicação passa essencialmente pela prevenção e controle dos riscos.

Os dois programas são complementares, mas há diferenças entre eles, o que torna o PCMSO com importância bem específica.

Quem deve implementar o PCMSO?

A adoção do PCMSO é obrigação de todas as empresas que têm em seu quadro pelo menos um funcionário contratado pela CLT. Essa determinação independe do risco a que o funcionário está exposto no ambiente de trabalho.

 

Qual a diferença entre PCMSO e PPRA?

Basicamente, o PPRA é um dos mecanismos de controle e prevenção da saúde do trabalhador, e é este programa que norteia as ações judiciais que tratam de exposições desnecessárias no ambiente de trabalho. Por isso, faz parte da sua diretriz antecipar-se aos riscos ambientais enfrentados pelo colaborador e se preocupar também com o local. Já o PCMSO faz o rastreamento, prevenção e diagnóstico de situações que afetam a saúde do empregado.

Em linhas gerais, o PPRA é complementar à atuação do PCMSO.

 

Quais exames fazem parte do PCMSO?

Segundo as diretrizes presentes na Norma Regulamentadora (NR) 7, os exames que fazem parte do PCMSO são:

* admissional

* periódicos

* de troca de função

* retorno ao trabalho

* demissional.

 

Como se pode perceber, esses exames são úteis para identificar e diagnosticar se o trabalhador teve sua saúde deteriorada durante o período em que esteve exposto a tais riscos no ambiente do trabalho.